A child is born

Na sexta feira tive mais uma vez o privilégio de participar de um nascimento.

É sempre um momento mágico e absolutamente indizível por palavras. Desta vez, além do papel de doula, também fiz de “fotógrafa oficial”, já que os pais assim o desejaram :)

(acho que vou pensar seriamente em fazê-lo mais vezes, porque foi fantástico)

Foi um maravilhoso parto em casa, onde tudo correu da maneira mais perfeita possível: trabalho de parto ao ritmo e vontade da mãe, que teve total liberdade de movimentos, período expulsivo bastante suave, sem qualquer tipo de intervenção, resultando num períneo íntegro, um bebé saudável (apgar 10/10) e uma mãe muito feliz!

p4190256.jpg

Não me vou alongar muito mais em explicações, mas gostava apenas de dizer que este seria aquele típico parto que resultaria numa cesariana em qualquer quadro de atendimento “normal”. O bebé esteve pélvico até depois nas 39 semanas, só tendo dado a volta nessa altura (na grade maioria dos casos, nenhuma médico esperaria pelas 39 semana para o bebé virar, sugerindo à mãe que fizesse a cesariana nesta altura).

O parto ocorreu depois das 42 semanas de gestação, coisa também impensável para a grande maioria dos médicos, que teria sugerido uma indução antes dessa data.

Num mundo perfeito, todo os bebés nasceriam assim..

p4190437.jpg

 

p4190445.jpg

Mais fotografias aqui.

 

 

 

 

Anúncios

8 thoughts on “A child is born

  1. Ola, eu estou gravida, tive 2 meninas normal e agora estou gravida novamento e o medico
    dissi q a criança esta sentada por isso tem q ser cezario estou com muito medo pois
    gostaria de ter minha filha normal oq faco . agradeço se madar resposta ou contato pra ter
    minha filha se for por sivel em casa.

    Gostar

  2. Rita, muito e muito obrigada pela partilha deste momento… foi dos posts mais lindos que já vi, juntamente com o último por onde passei que tinha a foto de uma mãozinha rece´m-nas cida, também! Ai que vontade de ter um ;)… e que pena não ter conseguido fazer esta formação que passou :(

    Gostar

  3. LINDO!!!
    Os meus filhos… o Rui, os gémeos( de cabeça para baixo e outro sentado… uma massagem, deu a volta e saiu) e a Ana, foram de parto normal a Gui(a mais nova) teve de ser de cesariana, porque eu tinha a placenta prévia… sempre desejei um parto na água, nunca aconteceu… talvez um dia com as minhas noras e filhas:)*
    A epidural… sabe bem na altura, o pior vem depois!
    E que belissimo apgar!!!
    Tudo de lindo na vida desse bébe…
    Bjs

    Gostar

  4. Fotos fantásticas.Concordo, hoje em dia faz-se cesarianas a mais, eu acho um exagero.
    O meu último parto foi tão doloroso, exactamente pelo facto de ter sido provocado. Hoje nem tanto, mas nos primeiros meses nem queria falar no assunto, fiquei tão ressentida com os médicos, as dores eram tantas que aquele que deveria ser um momento especial, o de ver a minha filha, acabou por ser dor, dor, dor, dor.Enfim.

    Gostar

  5. Ai Rita!!!!
    Desde que soube das desvantagens da epidural nunca mais pensei em fazê-la. E desde que conheci através da televisão o trabalho das Doulas, sonho ter um filho meu em casa. Ontem fui almoçar com os meus pais e pus-me com um super-discurso a propósito de maternidades: “Eu hei-de ter um filho em casa! Eu hei-de ter um filho na água!” Ao que a minha mãe respondeu “Mas tens de ser acompanhada!” e eu disse “A RITA VAI SER MINHA DOULA!” :D
    Acreditas que até sonhei com isso? E agora estas fotos… Será um sinal? Hihihi… Beijinhos e muitos parabéns pelo teu maravilhoso trabalho.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s