verde*verde*verde

A nossa varanda mostra agora a chegada da Primavera, com todo o seu esplendor.

O fim de semana foi bem mais trabalhoso do que imaginava, e a tarefa de actualizar as roupas de verão demorou mais de 12 horas de trabalho…

Da minha roupa pessoal fiz 3 grandes sacos para dar, dois deles já estão encaminhados, o outro está à espera da habitual visita das primas :)
As crianças mais pequenas cresceram bastante desde o ano passado e quase nada lhes serve.
Felizmente, não preciso de lhes comprar um guarda roupa completo, porque têm/temos a sorte de a mãe lhes fazer a grande maioria das roupas. As poucas peças de roupa que tenho comprado para eles são as peças básicas como t-shirts e roupa interior.

Mas a trabalheira das roupas ainda não acabou…
Agora vejo-me a braços com vários sacos de roupa sem destino.
Depois de selecionado por tamanho/género/estação, já encaminhei grande parte para dar a amigas e família com crianças de idades correspondentes mas ainda me sobra muita coisa.
Uma (grande) parte, imprópria para (re)consumo, já começou a ser cortada, para fazer um tapete para a praia/campismo, fazendo assim uma verdadeira reciclagem do seu uso.
Há vários exemplos inspiradores do mesmo tipo de trabalho aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

A outra grande parte é composta por roupa muito boa e praticamente não usada, que seria facilmente vendida em lojas de roupa em segunda mão, à semelhança do que acontece em outros países da Europa.
Por cá, já tive a experiência de ir a uma loja dessas (tanto vender como comprar) e não gostei… valorizam as roupas mais pela marca do que pelo estado de conservação, dão muito pouco dinheiro a quem as lá deixa e vendem as peças demasiado caras a quem as compra, tendo em conta quanto pagam a quem lá deixa roupa usada…
Estou tentada a fazer lotes de 10 peças e vendê-las a 5 euros cada um, ou qualquer outra coisa do género…

Alguém está interessado/a em roupa de criança em segunda mão, mas em bom e muito bom estado, a um preço simbólico?…

Para a semana espera-me novamente este tipo de trabalho, desta vez com a roupa dos mais velhos… O que vale, é que já posso contar com a ajuda deles, assim como muita da roupa deles já é em segunda mão dos primos. E o que ainda está em condições fica já guardado à espera que o Tobias cresça ;)

Uma questão no entanto fica-me sempre no ar: cada ano que passa compro menos quantidade de roupa, mas cada ano tenho sempre muita para dar…

Anúncios

17 thoughts on “verde*verde*verde

  1. É com regozijo, que sinto uma generalizada consciencia colectiva em reciclar e ajudar quem menos tem. A solidariedade impõe. Sou a favor da creiaçao de lojas de coisas em segunda mao a preços simbolicos.

    Gostar

  2. Olà!, estava lendo o que vc escreveu, e não sei se vc ainda faz doação de roupas, mais se fizer, estou precisando para crianças de 11 anos(menino), e de 6 anos(menina), pois não estou trabalhando e estou muito precisando vesti-los, qualquer coisa entre em contato, obrigada.

    Gostar

  3. Olá Ana, Obrigada pela sugestão solidária!

    Todos os anos ofereço não só roupa como brinquedos a instituições perto de mim, apesar de preferir sempre dá-las directamente a quem delas precisa, porque bem sei da dificuldade logística de muitas dessas instituições em guardar o que lhes é oferecido, bem como distribuí-lo de forma justa.

    A essa Casa de Acolhimento, concretamente, ser-me-á difícil oferecer o que quer que seja, porque moro na zona de Santarém. Mas aqui fica a dica para quem aqui passar, ler o teu apelo/sugestão e puder deslocar-se até lá para fazer donativos.

    :)

    Gostar

  4. olá!!!

    Permitam-me uma sugestão solidária:

    “Casa Mãe do Gradil” (uma casa de acolhimento só para meninas, recebem todo o tipo de brinquedos e roupas, zona de Mafra)

    Sempre que tenho roupas que já não usamos lá em casa é para lá que elas vão, e as meninas da Casa Mãe agradecem, com um grande sorriso :)

    Gostar

  5. Acho a ideia de uma loja online de roupa em 2ª mão fantástica. Eu tenho 2 rapazes (4 e 6) e normalmente aproveito do mais velho para o mais novo. Mas como eles crescem de forma diferente (o mais novo é muito pequenino e o mais velho tem tamanho de 8) nem sempre se consegue aproveitar a roupa para a estação certa e às vezes sobram peças ainda em excelente estado.
    Aproveito e candidato-me também. ; )

    Gostar

  6. E que tal uma loja de roupa em segunda mão na net?

    Eu tenho sorte que o meu filho fica com a roupa dos primos;) e depois passa para os amigos mais pequenos:)

    Gostar

  7. Bem que estou a precisar de roupinha para ela (19 meses).
    E bem que tenho que meter as mãos à obra como tu fizeste.
    As lojas de 2ª mão de roupa para criança, em portugal, são mesmo uma desgraça (para não dizer vergonha) practicam preços iguais às roupas que encontramos nas lojas e ainda por cima com nódoas e gastas.. a ideia é boa mas o resultado ficou muito aquém..

    Gostar

  8. Great minds think alike…! Essa ideia da loja de roupas em 2ª mão não me larga desde que vivi na Holanda e vi a quantidade e qualidade dessas lojas espalhadas por todas as cidades. Ainda tenho dúvidas se as portuguesas estariam receptivas… agora que falaste no assunto, fico para ver as respostas! Já agora, se tiveres para menino de 5 anos com corpo de 7… :)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s