lisos e coloridos

Este quilt, embora de dimensões avantajadas (1.50m x 2.10m), foi muito fácil e rápido de fazer.

Todos os blocos foram executados em log cabin, mas fazendo com que as cores fossem dispostas de maneira a fazer um “square in square”, o que tonou a execução deste quilt muito mais fácil, depois de ter cortado todos os tecidos a usar e de os ter juntado por cores.

Quanto às cores…

É totalmente feito com o padrão “Spots” do Kaffe Fassett, em várias cores disponíveis aqui e aqui.

Essas bolas foram conjugadas com tecidos sólidos. E é em relação a esses tecidos sólidos que hoje gostava de dizer algumas coisas:

A versatilidade destes tecidos é realmente imensa! Já aqui tinha falado da minha vontade de começar a trabalhar com este tipo de tecidos lisos, porque acho que tornam o patchwork mais desafiante e criativo, pelo simples facto de trabalharmos com cores lisas e não com tecidos bonitos já de si autênticas maravilhas. Além de darem outra dimensão e ajudarem a realçar padrões de tecidos que de outra forma se podiam perder demasiado num quilt.

Usar tecidos lisos é como pegar numa caixa de lápis e pintar numa folha em branco, com todas as possibilidades que isso oferece. Para mim ainda está a ser uma aprendizagem, mas muito desafiante e compensadora.

Ainda não os comecei a usar sozinhos, mas brevemente vou fazê-lo – tenho imensa vontade :)

A boa notícia é que desde há algumas semanas, estes tecidos estão disponíveis em Portugal. Na Ponta d´Agulha, o meu mais recente patrocinador, tem uma belíssima selecção de 12 cores disponível.

Relativamente a algumas perguntas que me fizeram em relação à qualidade deste tipo de tecidos, posso garantir que são de muito boa qualidade, 100% algodão e da mesma gramagem/grossura dos tecidos de algodão que são usados para quilting/patchwork.

(não tem nada a ver com os sintéticos e cambraias que infelizmente se vêm nas lojas tradicionais de tecidos…)

Bom fim de semana!

Anúncios

8 thoughts on “lisos e coloridos

  1. Um arco-iris aos quadradinhos!!! Está lindo!
    Ainda hoje me diziam, tens de tentar fazer patchwork, vais ver que não vais conseguir parar.
    Eu não tenho coragem para começar, acho que não tenho “estaleca”. Adoro os trabalhos de pacth, sou fã. Mas deixo a arte com mestres tal como a Rita!

    Beijinhos grandes

    Gostar

  2. Por acaso, também desconfiava desses tecidos lisos. Os que comprei nas retrosarias eram sempre de qualidade duvidável. Estou tentada a experimentar!

    Gostar

  3. Rita! Este post vem mesmo a calhar… Juntei uns quantos tecidos lindos do Brandon Mably (que adoro) para tentar fazer o meu segundo quilt, mas também pensei em conjugar com lisos para que os padrões não se percam muito uns nos outros. Arranjei uns quantos numa loja mas não fiquei muito convencida porque não são exactamente do mesmo “tipo” que os outros. Ainda bem que falaste desses tecidos lisos, é que ainda não tinha reparado neles apesar de já conhecer essa loja!
    Bjs**

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s