Fairytales

Depois de alguns dias de trabalho intensivo, a Dressing Fairytales tem novas peças de Outono!

Fazer roupa de crianças continua para mim a ser um grande desafio. Tenho aprendido muito com este projecto, que vai crescendo devagarinho, mas com muita confiança.

Os desafios têm sido muitos, principalmente conseguir o tempo necessário para ir garantindo uma oferta constante e diversificada. O tempo que cada peça me consome é muito: não é apenas o tempo que ela leva a executar, mas é também o procurar moldes, testá-los, adaptá-los, procurar tecidos, escolhê-los, comprá-los… enfim, há um grande número de passos a seguir até termos uma peça pronta, fotografada e disponível. Mas a motivação não tem faltado, ainda para mais porque desde que iniciei este projecto que praticamente não compro roupa para a minha filha. Aliás, foi por causa dela que tudo isto começou :)

Nestas últimas peças revisitei precisamente o modelo com que comecei a fazer “vestidos para meninas”, já lá vão quase 3 anos!

Tudo começou com vestido de modelo simples, que tanto podia ser usado curto ou comprido, com ou sem camisola por baixo.

A minha filha usou e abusou deste modelo, aliás, acho que 80% do seu guarda-roupa é composto por várias versões que fiz deste modelo.

Desta vez, resolvi fazê-lo reversível. Já o tinha feito alguns assim na última colecção Outono/Inverno (embora fossem acolchoados), mas ficou a vontade de explorar melhor esta possibilidade. A novidade são as alças de atar – acho que lhe dá um ar muito romântico e feminino, ao mesmo tempo que se torna muito mais fácil regular a altura do vestido.

Quanto aos tecidos, a maioria deles são linho/algodão. Grosso, forte e quente o suficiente para esta estação. Para o interior tecido 100% algodão. Usei principalmente 2 padrões florais da colecção Snippets da Moda fabrics em diversas cores.

Ainda no campo dos meus favoritos, destaco também o modelo de saia/vestido com alças. Mais um dos que viu a sua funcionalidade melhorada a partir do momento em que incorporei presilhas (do tipo das que existem nas jardineiras).

Desta vez temos dois modelos com o Capuchinho Vermelho:

E dois modelos com um tecido lindíssimo da Branca de Neve, enriquecido com tecidos em patchwork estampado, que podem ser coordenados com outras peças em azul ou rosa:

Resta-me dizer que todas estas peças são únicas, como todas que faço, e estão disponíveis na Dressing fairytales – Histórias para Vestir.

As fotografias desta colecção podem ser vistas nas galerias do Flickr e do facebook e as babylegs usadas com os vestidos são do Clube do Pano.

A minha Matilde já escolheu os seus favoritos. E vocês, de quais gostam mais?…

Anúncios

7 thoughts on “Fairytales

  1. São todos lindíssimos mas dou a pontuação máxima ao que tem o padrão das crianças com os papagaios e ao da Alice no pais das maravilhas, aquele apontamento de xadrez dá-lhe cá um cheirinho a natal…

    Gostar

  2. Adoro tudo!
    Cada vez gosto mais das tuas roupas, das cores, das combinações. Quem me dera ter uma menina para a vestir assim…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s