six feet under

six feet under, originally uploaded by “Gayatri”.

Talvez eu deva começar por dizer que este post só agradará aos aficcionados …

 

Mas acredito que há muita gente por aí que gosta dos “Sete Palmos de Terra”, ainda que de forma distante, e muitos mais haverão que não conhecendo a série (deve ser difícil…) seriam potenciais aficcionados.

Pois eu sou uma das que percence à legião de fãs que tem seguido a série desde o início.

Daquelas para quem o serão de segunda feira era sagrado.

Daquelas que vivia o dia a dia da família Fisher como se fosse parte da sua própria família.

Gosto. Gosto muito.

Acho que é das melhores coisas que se fizeram em televisão nos últimos tempos (igualando aqui a série “Roma”, que ficará para outro dia…).

O argumento é fantástico, os temas estão muito bem abordados e tratados, as interpretações são muito boas, a fotografia é excelente… enfim, gosto de tudo. Não consigo encontrar nenhum defeito na série.

(A não ser talvez o facto de ter acabado, mas isso também faz parte da história, quando estamos a falar de uma série que tem a morte sempre como pano de fundo – a impermanência.)

E precisamente por causa desse fim que escrevo aqui hoje acerca dos “Sete Palmos de Terra”.

Para os mais desatentos, a 5ª e última série passou em Abril do ano passado na 2: .

Mas nas “noites da 2:” está a repetir todos os dias da semana às 00h30.

E hoje à noite passa o último episódio – Imperdível.

(imperdível também foi este episódio. O meu favorito da 5ª série)

Um episódio excepcionalmente longo, onde tudo acontece depois da morte do Nate (que passou no episódio de ontem à noite), onde todos morrem, onde a história avança vertiginosamente 70 anos no futuro em apenas 6 minutos.

Acabou. Não vem uma 6ª série. Agora só resta voltar a ver tudo desde o princípio, em DVD, ao ritmo e estofo de cada um.

A não perder.

Aqui fica o teaser:

 

 

 

 

Anúncios

6 thoughts on “six feet under

  1. Esse ultimo episodio vai ficar sempre na minha memoria, como a vez em que chorei mais a ver televisão.

    Tocou-me a mim, e sei que a muitos, de uma maneira enorme, e sei que muitos soluçamos a ver o fim desta serie FABULOSA!

    Gostar

  2. Eu quando comecei a ver também não fiquei logo rendida (mas confesso que não foram precisos muitos episódios).
    Isso que dizes, Elsa, aconteceu com a minha prima:
    Durante + de 1 ano viveu em nossa casa durante a semana e assistiu à minha “devoção” pelos Sete Palmos, mas nunca se conseguiu contagiar…
    Não é uma série fácil, leve, que se veja só pela forma de entretenimento puro:tem uma grande carga emocional e às vezes não estamos mesmo para aí virados…nem os fãs ;)
    Depois como conta a história de uma família, apesar de cada episódio ser independente, é difícil apanhar o fio à meada a meio.

    Patrícia, esse episódio é mesmo fantástico…
    Fico contente que tenhas percebido a emoção, porque esse é um daqueles episódios que só é totalmente atingível a quem assistiu à história dos Fishers :)

    Gostar

  3. Trata-se na verdade de uma série com um incrível poder de criar uma legião de seguidores.
    Conheço muita gente que não perdia um episódio e falava da série com devoção.
    Por isso, um dia, por curiosidade, sentei-me no sofá para ver então o que seriam os “Sete palmos de terra”.
    Mas, não sei por ter apanhado o enredo a meio ou se por na altura não estar muito disponível, não me seduziu especialmente.
    Daí que nunca mais tenha visto.
    Só vocês – fãs – farão ideia do que perdi :)
    Bom serão!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s