O que é um parto respeitado?

The dancer, originally uploaded by natascha’s.

A pergunta de cima foi a pergunta do mês.
Das muitas iniciativas da Semana Mundial Pelo Parto Respeitado, a que mais teve visibilidade em Portugal foi o debate promovido pela Revista Pais & Filhos (que muito tem promovido – e bem – este tema) no CCB na passada quarta feira.
Muitas horas de muita – e boa – conversa, muita informação, muita gente interessada em mudar aquilo que já se percebeu estar mal…
A pergunta também serviu de mote ao debate, e foi feita na semana anterior a um médico-obstetra, a um enfermeiro-obstetra, a uma doula e à Humpar (Associação Portuguesa pela Humanização do Parto).
As respostas são, de forma geral, coincidentes e concordantes. Agora está a chegar a hora passar das palavras à acção.
Para fechar este mês que está a terminar, pergunto-vos a todos:
O que é um Parto Respeitado?…

A ilustração deste post é da autoria de Natacha Rosenberg, uma magnífica ilustradora, que também já fez este belo desenho para a campanha “Que no os separem!” da associação espanhola “El Parto es Nuestro“.

Bom fim de semana!

Anúncios

8 thoughts on “O que é um parto respeitado?

  1. Parto respeitado na minha opnião é aquele em que a mãe é constantemente informada e orientada consoante as suas escolhas, príncipios e ideias sem nunca esquecer o bem estar dela e do filho.

    Gostar

  2. Para mim um parto respeitado é aquele que você escolhe sabendo que pode escolher, que tem opções. Mas há pressupostos básicos:
    1. Deve levar em consideração os desejos, anseios, fragilidades da mulher. Em suma, ela e seu bebê são as estrelas principais e assim devem ser tratados: como protagonistas.
    2. Não pode utilizar práticas agressivas e desnecessáreas: episiotomia, tricotomia, lavagem intestinal. Césarea só em caso extremo, afinal é para isso que ela serve.
    3. Deve coroar um processo de empoderamento feminino que começa já no pré-natal.
    4. Deve dar à mulher a opção de escolher onde e como será o parto. Por razões quase óbvias, o melhor lugar para o parto é aquele em que a mulher se sente segura, protegida, e com o qual tem laços de intimidade. Desse modo, se pudéssemos falar em lugar ideal, este é mesmo o nosso lar. Pois, acredito que nisso não somos diferentes das fêmeas de outras espécies.
    5.Não pode sob hipótese alguma separar mãe e filho e menos ainda excluir o pai do bebê de todo o processo.

    Enfim, é isso o que entendo por um parto respeitado, privilégio de poucas aqui no Brasil e, pelo que percebo também aí em Portugal.

    Abraços e desculpe-me pelo comentário longo.

    Gostar

  3. Para mim um parto respeitado é aquele onde se respeita a mulher, a sua fisiologia, as suas opções conscientes e também a sua família.

    Concordo com a Zélia.
    Infelizmente, a maioria das mulheres nem sequer sonha que existe escolha. Uma parte muito importante deste caminho é dizer às mulheres quais são as suas opções.
    Tenho várias amigas que foram mães há pouco tempo e são pessoas instruídas, informadas, que andaram na universidade e têm vidas desafogadas financeiramente. E nenhuma delas sabia que tinha opções no parto. Melhor (ou pior) achavam que a sua única opção era pedir (ou não) uma epidural.

    bjs

    Gostar

  4. Parto respeitado, boas memórias de parto… escolhas. Mas onde estão as escolhas? Enquanto não houver escolhas nunca haverá parto respeitado… Enquanto não levantarmos cabelo:) Os partos que se “fazem” jamais serão respeitados. PARIR somos nós que fazemos:D; deixem-se ficar quietinhos, and just let us do it!

    Gostar

  5. O que não há em Potugal são partos respeitados!
    Um parto respeitado é quando a escolha da mulher é tida em conta, quando a tratam como um SER HUMANO, quando a ouvem, quando a sua individualidade é respeitada.
    Obrigada por trazeres estes temas Rita, ainda há muita gente que não sabe que tem direito a um parto respeitado!

    Gostar

  6. Adoro as ilustrações na Natacha!
    mas , desculpem a sinceridade, mas para mim sempre houve partos respeitados em Portugal.
    Se calhar há é pessoas que têm menos sorte e encontram pessoas mais antipáticas, mas não quer dizer que não sejam respeitadas…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s