Falta de intimidade no parto viola direitos humanos


A frase acima não é da minha autoria, apesar de a subscrever por completo.

Quem o disse foi o médico/obstetra alemão Gerd Eldering, quando esteve há uns meses atrás em Portugal para várias palestras. Paralelamente, deu uma entrevista muito interessante na Pais & Filhos, que vos disponibilizo aqui, por não estar disponível online: entrevista eldering

A boa notícia é que ele está de volta ao nosso País, naquele que espero que seja o evento do ano no panorama da humanização do parto – o II Congresso Internacional da HumPar que vai acontecer entre 12 e 14 de Fevereiro próximo, no Porto, depois do sucesso do I Congresso em Almada, em Novembro de 2006.

É sem dúvida uma das grandes mais valias deste Congresso que vai trazer pela segunda vez a Portugal várias personalidades ligadas à humanização do Nascimento…

Gerd Eldering é um reputado médico/obstetra , director de uma Maternidade perto de Colónia, onde tem posto em prática várias medidas de apoio e incentivo ao parto natural, com bastante sucesso.

A sua presença e partilha de testemunhos é sempre uma mais valia para nós, uma vez que o parto hospitalar em Portugal está longe de corresponder aos ideais de humanização, felizmente já possíveis em quase todos os outros países da Europa.

Mudar o panorama do nascimento hospitalar é possível e concretizável, mas exige o esforço de todos nós para denunciar as situações menos correctas e colaborar na elaboração de alternativas.

Temos muito a aprender, temos ainda um grande caminho para percorrer, no sentido de percebermos que a questão do “parto humanizado” está directamente ligada a questões de direitos fundamentais, tanto das mulheres como das crianças. Espero que o contributo do Dr.Eldering seja bastante positivo nesse sentido!

A todos os que me lêm e se interessam por estes temas, aconselho vivamente a estarem presentes ;)


Anúncios

7 thoughts on “Falta de intimidade no parto viola direitos humanos

  1. Olá,

    a minha experiência da maternidade é a de uma cesariana inevitável e a perspectiva de outras experiências, que espero vir a concretizar, passarão sempre por cesarianas. Encaro isso com a ‘naturalidade’ possível e não tenho qualquer trauma em relação ao assunto. Junto das pessoas que conheço e, sobretudo das minhas amigas promovo sempre as vantagens do parto natural e humanizado, porém, não dramatizando a questão da cesariana (reconhecendo-lhe óbvias vantagens quando é inevitável, como no meu caso – esclareço, em causa está uma patologia retiniana que é susceptível de ser agravada com o esforço de um parto). O que eu gostaria de saber é se, mesmo não tendo passado pela experiência de um parto natural e humanizado (mas assumindo que o foi na medida do possível), poderei vir a ser doula?
    Obrigada.

    Gostar

  2. A human right is to have a choice for the place of birth, which caregiver and compagny of choice.
    Not having access to drinks and food is seen in the EU as a form of turture

    Gostar

  3. Olá Rita. Antes de mais muitos Parabéns pelo seu trabalho não só a nível artístico mas como mulher. Sigo de perto o seu blog e não me deixo de comover ao ler tudo o que escreve sobre a urgente mudança da forma como nascem os nossos bebés e como sentir esse nascimento. Conheci este lado da maternidade durante a gravidez do meu primeiro filho (2005) e desde então que não me canso de aprofundar o tema. Teria muito gosto em estar presente no Congresso no próximo mês de Fevereiro. O que é necessário fazer para participar? Tenho pena que a barreira geográfica torne a mudança muito mais lenta pela nossa ilha. Aqui, mesmo que se sonhe por toda uma experiência única e acima de tudo positiva, não temos grande opção de escolha. Nem quem nos acompanhe num parto em caso com a devida segurança nem um ambiente tão humanizado como desejável no hospital. Espero um dia que tudo isso mude.
    Obrigada.
    Cátia

    Gostar

  4. não sei se vou conseguir estar presente, mas gostava muito.
    ainda não tive filhos e interessa-me o assunto!
    obrigada por abordares frequentemente este tema e partilhares tanta informação!
    bjs e bom trabalho!
    A.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s