preto imaginário

tenho aprendido muitas coisas com a exposição. tem sido uma experiência muito gratificante, mesmo! seja pelo facto de poder mostrar diretamente às pessoas o meu trabalho, e estas poderem tocá-lo e senti-lo, além de ver, seja porque tenho conhecido imensas pessoas novas e todos os dias posso dizer que aprendo algo de novo.

a expressão “preto imaginário” é uma dessas aprendizagens recentes…
a D.Rosa é uma senhora de 71 anos, que há 60 anos trabalha na mesma rua onde está a minha exposição. foi para lá trabalhar numa casa de tecidos como ajudante de balcão aos 11 anos, e toda a vida se dedicou a atender clientes, sempre no ramo dos tecidos, retrosarias, passamanarias e pronto-a-vestir.
foi ela que me explicou o que era “preto imaginário”, quando lhe mostrei a ultima manta que fiz. ao olhá-la de perto, e enquanto lhe explicava que era feita de vários tons de preto, ela corrigiu-me:
“menina, não há vários tons de preto! preto há só um! o que há é a cor que chamamos preto imaginário, que corresponde a todos os tons fora do preto, mas demasiado escuros para serem cinzento!”
e lá me foi dizendo que era esse o nome técnico que era dado a todas as cores tecidos pretos, que não eram bem pretos. e eu fiquei contente de ter aprendido mais uma coisa :)

quando voltei a olhar para a manta, que ainda não tinha nome, percebi imediatamente que tinha ficado batizada!
os tecidos, monocromáticos na escala do preto&branco, têm ilustrações tão fantasiosas e surpreendentes como coelhos, plantas, máquinas de escrever ou simples padrões geométricos. um autêntico mundo imaginário, vindo diretamente da coleção “Black & White” – uma colaboração coletiva dos designers da Cotton & Steel.
a estes padrões, adicionei pequenos blocos em cores lisas (black, bone, coal e iron) da Ponta da Agulha. para debruar, usei tecido de letras em preto e em branco, que é um dos que já tinha usado para fazer o Bookshelf Quilt II.
não usei enchimento, e pespontei diretamente com linha preta numa colcha preta de algodão.

está disponível para quem a quiser levar para casa,
e pode ser vista até 30 de setembro no nº 44 da Rua Capelo e Ivens, em Santarém!

preto imaginário

preto imaginário

preto imaginário

preto imaginário>Preto Imaginário<
[medidas: 1,10m x 1,90m]

4 Comments

  1. Olá Rita, gostaria muito ver o teu magnífico trabalho de perto.
    Espero poder visitar a tua expo em Santarem mas ainda não sei bem quando.
    Muitos parabens!!
    Dalia

    Gostar

Deixe uma Resposta para ritacor Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s